logo latino pagina.fw      Flag of United Kingdom Flag of Spain Flag of Brazil

gpshistory top web

As ilhas formaram-se aproximadamente a 350 milhões de anos como resultado da atividade vulcânica no fundo do mar. O arquipélago esteve habitado muito tempo atrás, pois foram encontrados restos arqueológicos dos incas e objetos pré-incas como foi reportado pelo explorador Thor Heyerdahl.

Descobrimento

Descobrimento:

As Ilhas Galápagos foram descobertas por azar em 10 de março de 1535, quando o religioso Fray Tomás de Berlanga, então bispo do Panamá, que se dirigia ao Peru em cumprimento de uma ordem do monarca espanhol, Carlos V, para poder arbitrar uma disputa entre Francisco Pizarro e seus subordinados após a conquista do Imperio Inca. Devido às fortes correntes marinhas a navegação foi arrastada até as Ilhas Galápagos. Na crônica escrita sobre a sua aventura, sobre as ilhas inóspitas, o bispo descreve as condições das desérticas ilhas que possuíam tartarugas gigantes, iguanas marinhas, lobos marinhos, e muitos tipos de aves.

A origem do nome das Ilhas Galápagos, vem das tartarugas gigantes que habitam as ilhas, pois suas carapaças são similares as selas para montar cavalos, que em espanhol eram chamadas de Galapago. As Galápagos foram utilizadas por piratas ingleses como refugio para esconder-se quando roubavam os galeõs espanhóis que levavam ouro e prata para da América para a  Espanha. Os primeiros mapas que incluíram as ilhas foram preparados por Abraham Ortelius e Mercator ao redor de 1570. As ilhas estavam descritas como "Insular das Galápagos" (Ilhas das Tartarugas). O primeiro pirata que temos conhecimento que visitou as ilhas foi Richard Hawkins em 1593. Desde então até 1816 muitos piratas chegaram no arquipélago.

 

Piratas e Darwin

Piratas e Darwin:

A primeira missão científica que visitou as ilhas foi a de Malaspina, uma expedição espanhola dirigida por Alejandro Malaspina, que chegou em 1790, porém os registros da expedição nunca foram publicados. Em 1793, James Collet descreveu a flora e fauna das ilhas como um local que poderia ser usado por baleeiros que operavam no oceano Pacifico. Collnet também desenhou as primeiras cartas de navegação para as Galápagos. Os baleeiros capturaram e sacrificaram milhares de tartarugas do arquipélago para extrair o óleo e comida. Como as tartarugas conseguiam viver por vários meses sem alimento nem água, as embarcações armazenavam esses animas de cabeça para baixo e quando precisavam sempre tinham comida fresca. A grande quantidade de tartarugas que foram caçadas fez com que a população diminuísse bastante, levando a destruição de algumas raças. Junto aos baleeiros também chegaram os caçadores de focas por suas peles, levando assim as mesmas quase a extinção.

Equador anexou as Ilhas Galápagos em 12 de fevereiro de 1832 no governo do general Juan José Flores, que batizou as ilhas como Arquipélago de Colón. O primeiro governador das Galápagos foi o general José Villamil, que trouxe ao arquipélago um grupo de condenados para povoar a Ilha Floreana, (batizada assim em homenagem ao presidente Juan Flores que anexou as ilhas) e em outubro de 1832 alguns artesanos e agricultores uniram-se a eles. No dia 15 de setembro de 1835 chega em Galápagos o barco de investigação britânica HMS Beagle sobre o comando do capitão Robert Fitz Roy, no meio da tripulação veio o jovem Charles Darwin, que realizou estudos científicos e biológicos em quatro das ilhas antes de continuar sua expedição ao redor do mundo. O governador da colônia de presos em Floreana, disse a Charles Darwin que a carapaça das tartarugas era diferente dependendo da ilha. Igualmente foi em relação as espécies de ave que capturou e se deu conta que eram variedades diferentes de uma mesma espécie de pinzones. Esses dados foram cruciais para o desenvolvimento da teoria da evolução que Darwin apresentou na sua teoria da Origem das Espécies. Outro intento de colonização da ilha foi com José Valdizán e Manuel Julián Cobos que se dedicaram a exploração de líquen (Roccella portentosa) e que era usado como colorante. Valdizán foi assassinado por parte de seus trabalhadores, então Cobos levou do continente um grupo com mais de cem trabalhadores para a Ilha de São Cristóvão para desenvolver uma plantação de cana de açúcar. Dirigiu sua plantação com mão de ferro o que levou ao seu assassinato em 1904. Nessa época a Ilha de Isabela também já estava povoada e com outra plantação de cana de açúcar que pertencia a Antonio Gil.  A partir de setembro de 1904, uma expedição da Academia de Ciências da Califórnia, ao mando de Rollo Beck, esteve nas ilhas durante todo um ano coletando material cientifico nas áreas de geologia, ornitologia, botânica e zoologia. Outra expedição da mesma academia se levou a cabo em 1932 para colecionar insetos, peixes, conchas, fósseis, aves e plantas.

Século XX

Atualidades:

Durante a Segunda Guerra Mundial o Equador autorizou aos Estados Unidos o estabelecimento de uma base naval na Ilha Baltra e estações de radar em outras partes estratégicas com a finalidade de monitorar o Canal do Panamá. Em 1946 foi estabelicio na Ilha Isabela uma colônia penal que recebia os condenados do continente, porém essa foi desativada em 1959.

As Ilhas Galápagos foram declaradas como Parque Nacional em 1959, protegendo desta forma 97,5% da superfície do arquipélago. Em 1986 o mar que rodeia as ilhas foi declarado como reserva marinha, UNESCO inclui Galápagos como Patrimonio Natural da Humanidade em 1979, e seis anos mais tarde como Reserva da Biosfera.

Hoje em dia é visitada por pessoas de todo mundo devido a sua beleza natural, possui infra-estrutura turística para todos os gostos e além disso é controlada por científicos para que a preservação e conservação seja mantida.

Curiosidades

 

Curiosidades:

  • 1535 - Descoberta Acidentalmente por Fray Tomás de Berlanga 
  • 1832 - Equador tome posse das Ilhas Galápagos
  • 1835 - Charles Darwin visita as Ilhas Galápagos
  • 1934 - Aparecem as primeiras leis de proteção das Ilhas Galápagos
  • 1959 - As Ilhas Galápagos são declaradas como Parque Nacional
  • 1979 - A UNESCO declara as Ilhas Galápagos como Patromónio Natural da Humanidade
  • 1985 - As Ilhas Galápagos são declaradas como Reserva da Biosfera
  • 1986 - As Ilhas foram declaradas como Reserva Marinha
  • 1990 - O Arquipélago é declarado como Santuário de Baleias
  • 2012 - Morre a Tartaruga mais famosa de Galápagos que foi o Solitário George
Fale Conosco!
 
skype latino.walks
phone 02 222 9812 / 09 80681498
mail icon info@latinowalks.com

Visite-nos!

building icon

Baquedano 23-45 y
Reina Victoria
Quito - Ecuador

Aceitamos!

visa iconomastercard icono america icono
diners icono western icono 
Ecuador: Ama la vida            

amalavida3captur2